Grécia recorrerá mais vezes a pacote de € 110 bi em 2010

'Nos nove meses de abril a dezembro, o governo grego possui dívidasestimadas em € 39,7 bilhões', afirmou o Ministério de Finanças grego

Gustavo Nicoletta, da Agência Estado,

20 de maio de 2010 | 15h58

A Grécia provavelmente utilizará nesse ano mais recursos do pacote de empréstimos de € 110 bilhões oferecido pela União Europeia e pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) para amortizar as dívidas do país, afirmou o Ministério de Finanças grego.

"Nos nove meses de abril a dezembro, o governo grego possui dívidas estimadas em € 39,7 bilhões", afirmou o Ministério em um comunicado. "Na medida em que recorrer aos mercados de bônus não seria aconselhável, os acordos de empréstimos com a União Europeia e o FMI devem cobrir as necessidades remanescentes de empréstimos do país", acrescentou.

Nesta semana, a Grécia amortizou € 9 bilhões em bônus graças a uma transferência de € 14,5 bilhões dos países europeus um dia antes do prazo de vencimento da dívida. Os gregos já haviam recebido € 5,5 bilhões do FMI anteriormente. Todos esses recursos fazem parte do pacote formulado para evitar a falência da Grécia.

Em abril, Atenas captou mais € 9,8 bilhões em bônus, antes de a redução nos ratings da dívida do país elevar os custos dos empréstimos, afirmou o Ministério. A liberação de recursos adicionais pela União Europeia e pelo FMI dependerá da implementação de um programa de austeridade fiscal pelo governo da Grécia, que tem como objetivo reduzir o déficit orçamentário em mais de 10 pontos porcentuais até 2014.

As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
GréciaajudaFMIpacote

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.