Grupo britânico compra sistema de ensino do SEB por R$ 613,3 milhões

Com operação, grupo Pearson, que controla o ‘FT’, mais do que dobra seus negócios com educação no País

Agência Estado,

22 de julho de 2010 | 09h28

O Sistema Educacional Brasileiro (SEB) anunciou nesta quinta-feira, 22, que a Pearson, grupo que controla o jornal Financial Times, fechou contrato de compra com os seus acionistas controladores indiretos Chaim Zaher e Adriana Baptiston Cefali Zaher, entre outras partes. O preço total a ser pago aos controladores da SEB será de R$ 613,278 milhões. Com operação, grupo britânico, que controla o Financial Times, mais do que dobra o tamanho dos negócios com educação no País

O Pearson estava também na briga pela compra do Anglo, grupo de educação brasileiro especializado em cursos preparatórios para o vestibular, adquirido este mês pela Abril.

Pelo contrato, será realizada uma reorganização societária, por meio da qual a SEB será cindida parcialmente e em seguida terá seu controle indireto vendido à Pearson. Com a operação, será criada a Nova SEB, que permanecerá com os antigos controladores. A parte que ficará com a Pearson, que deixará de se chamar SEB, inclui os sistemas de ensino, COC, Pueri Domus, Dom Bosco e Name, Gráfica GEB, Logística e Distribuição e Klick Net.

O contrato prevê que a conclusão da operação está sujeita ao cumprimento de condições, como a conclusão da reorganização societária destinada a segregar as sociedades vendidas para a Pearson das que permanecerão com os controladores, que serão subsidiárias da Nova SEB. Antes da data da cisão da Nova SEB, a totalidade das ações de emissão desta empresa será detida pela SEB, de forma que, como resultado da cisão parcial da companhia, último passo da reorganização societária, cada acionista atual deterá exatamente a mesma participação societária total na empresa vendida e na Nova SEB.

Após a conclusão da reorganização, a Pearson adquirirá a totalidade das quotas do capital social de uma sociedade holding integralmente detida pelos controladores que será titular de 116.399.862 ações ordinárias e 63.609.197 ações preferenciais, representativas de 88,81% do capital social votante e 63,69% do capital social total da SEB, sendo que a holding não terá quaisquer outros ativos além das ações de emissão da companhia. Adquirirá ainda a totalidade das 2.160.734 ações ordinárias e 12.964.408 ações preferenciais de emissão da SEB, representativas de 0,76% do capital social votante e de 5,35% do capital social da companhia, que são de titularidade dos controladores (participação direta).

O preço total a ser pago aos controladores pela alienação da participação indireta e da direta será de R$ 613.278.930,00. Como a holding não possuirá, na data de fechamento da operação, qualquer ativo ou passivo relevante além das ações de emissão da companhia, o preço da aquisição indireta de controle da Companhia corresponde a R$ 22,00 por Unit da SEB. O valor será pago aos controladores à vista, na data em que for concluída a operação, que deverá ocorrer em até 60 dias, segundo estimativa da Pearson e da SEB.

(Com Reuters)

Tudo o que sabemos sobre:
pearsonsebcomprasistema educacional

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.