Grupo chinês investe em fábrica de biodiesel em MT

O Nobble Group, de Hong Kong, anunciou sua primeira indústria de esmagamento de soja e produção de biodiesel no País. A empresa chinesa vai investir US$ 200 milhões na construção de uma fábrica em Rondonópolis (219 km ao sul de Cuiabá). A unidade, que irá gerar 600 empregos diretos, terá capacidade para esmagamento de 1,3 milhão de toneladas de soja por ano. A produção de biodiesel será de 200 mil toneladas por ano.

VENILSON FERREIRA, Agencia Estado

26 de outubro de 2010 | 19h47

Segundo informações da empresa, a instalação da usina de biodiesel em Rondonópolis faz parte da estratégia de expansão energética do grupo. A empresa atua também nas áreas de petróleo bruto, querosene, bioetanol, carvão térmico e carvão.

Tudo o que sabemos sobre:
sojabiodieselNobbleHong KongMT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.