Sérgio Castro/AE
Sérgio Castro/AE

Grupo Effa, do Uruguai, começará a produzir carros no Brasil em 2012

Grupo está procurando fornecedores de autopeças brasileiros para que veículos tenham 65% de conteúdo nacional, evitando a aplicação do IPI mais alto

Ricardo Gozzi, da Agência Estado,

25 de outubro de 2011 | 16h06

O Grupo Effa, fabricante de automóveis do Uruguai e importador de carros chineses para o Brasil, anunciou nesta terça-feira, 25, que espera começar a produzir veículos em sua fábrica na Zona Franca de Manaus já no ano que vem com peças nacionais em quantidade suficiente para evitar impostos mais elevados.

O Grupo Effa, que vende no Brasil modelos de veículos utilitários leves de várias montadoras chinesas, já havia montado localmente carros com todas as peças importadas. O diretor de marketing do Effa, Clovis Rodrigues, disse hoje em São Paulo que o grupo está procurando fornecedores brasileiros de autopeças para que os carros possam ser montados também com pelos menos 65% de peças nacionais, evitando assim a incidência de IPI mais alto.

"O investimento planejado inicialmente era de US$ 50 milhões, mas o valor pode mudar", disse Rodrigues à Dow Jones. "O mercado brasileiro é repleto de surpresas, tanto do governo quanto da capacidade do consumidor", salientou.

A empresa já possui uma linha de montagem na Zona Franca de Manaus. A produção própria, que deve começar na primeira metade de 2012, incluirá seus modelos de picapes, disse Rodrigues. Além das picapes, o Grupo Effa já vende furgões e caminhonetes no Brasil e é possível que esses modelos possam vir a ser fabricados no País no futuro, prosseguiu ele.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
effaproduçãobrasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.