Grupo Effa, do Uruguai, produzirá carros no Brasil

O Grupo Effa, fabricante de automóveis do Uruguai e importador de carros chineses para o Brasil, anunciou hoje que espera começar a produzir veículos em sua fábrica na Zona Franca de Manaus já no ano que vem com peças nacionais em quantidade suficiente para evitar impostos mais elevados.

RICARDO GOZZI, Agencia Estado

25 de outubro de 2011 | 16h07

O Grupo Effa, que vende no Brasil modelos de veículos utilitários leves de várias montadoras chinesas, já havia montado localmente carros com todas as peças importadas. O diretor de marketing do Effa, Clovis Rodrigues, disse hoje em São Paulo que o grupo está procurando fornecedores brasileiros de autopeças para que os carros possam ser montados também com pelo menos 65% de peças nacionais, evitando assim a incidência de IPI mais alto.

"O investimento planejado inicialmente era de US$ 50 milhões, mas o valor pode mudar", disse Rodrigues à Dow Jones. "O mercado brasileiro é repleto de surpresas, tanto do governo quanto da capacidade do consumidor", salientou.

A empresa já possui uma linha de montagem na Zona Franca de Manaus. A produção própria, que deve começar na primeira metade de 2012, incluirá seus modelos de picapes, disse Rodrigues. Além das picapes, o Grupo Effa já vende furgões e caminhonetes no Brasil e é possível que esses modelos possam vir a ser fabricados no País no futuro, prosseguiu ele. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Effacarrosprodução

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.