Grupo Eurobike busca aquisições na Espanha e Portugal

Maior rede de concessionárias de veículos de luxo do País avalia oportunidades de expandir seus negócios para a Europa

Gustavo Porto, da Agência Estado,

24 de outubro de 2013 | 15h57

Maior rede de concessionárias de veículos de luxo do País - com 30 unidades, 10% do mercado e faturamento previsto de R$ 1 bilhão neste ano -, o Grupo Eurobike avalia oportunidades de aquisição na Europa, inicialmente na Península Ibérica, em 2014. "São oportunidades de compra lá fora, após a consolidação do grupo aqui no Brasil. Espanha e Portugal têm sinergias culturais e já começamos mapear oportunidades para 2014", disse Henning Dornbusch, CEO do Eurobike.

Dornbusch admitiu que o início da recuperação econômica desses países, após a crise recente, atraiu a companhia para aquisições em um mercado ainda em baixa. "Se a recuperação ocorrer, como parece, é um potencial mercado para o Grupo Eurobike", afirmou.

No Brasil, a empresa segue na contramão do mercado de importados em 2013 e prevê ampliar em 30% as vendas de veículos de luxo, ante 2012, de 5 mil para 6,5 mil unidades. Dentre as marcas de carros estão a Audi, com 20% das as vendas no Brasil do grupo, além da BMW, Volvo, Land Rover, MINI, Porsche e Jaguar. No caso de motocicletas, a empresa trabalha com BMW e Triumph. "As nossas vendas da BMW cresceram 100% e as da Audi e Land Rover avançaram 50% em um ano", disse Dornbusch.

Mesmo com a necessidade de investimentos para os próximos anos e diante do rápido crescimento em uma década, Dornbusch, que até este ano presidia a BMW do Brasil, avalia que não é hora de o Grupo Eurobike abrir capital. "Saímos de R$ 25 milhões de faturamento anual para R$ 1 bilhão, em dez anos. Não acredito que faremos isso (IPO) nos próximos anos", afirmou o executivo.

Para Dornbusch, os anúncios da Audi e da BMW de fábricas no Brasil, e de a Land Rover seguir o mesmo caminho, reforçam a tendência de alta para carros de luxo. "Essas montadoras devem dobrar as vendas em dois anos para se prepararem à oferta que terão no início das operações", disse. "Mas estamos receosos com as margens, que têm caído, o que reforça a tendência da busca pela rentabilidade por outros serviços e pela pós-venda", completou.

Locação

Nessa linha, o Grupo Eurobike apresentou nesta quinta-feira, 24, o novo braço da companhia, Eurobike Fleet Services, a primeira locadora exclusiva de veículos de luxo no Brasil. Com investimentos de R$ 60 milhões, a empresa nasce com 180 carros na frota das marcas que representa e deve crescer para 400 unidades até 2016.

"O Brasil tem apenas 5,4% da frota terceirizada, mas o mercado dobrou de 2005 para 2011, até 450 mil unidades, atingiu 530 mil veículos em 2013 e deve chegar a 640 mil em 2016", informou André Ricardo da Silva, executivo responsável pela Eurobike Fleet Services.

O aluguel dos veículos será apenas para pessoas jurídicas e prevê que a Eurobike assuma todos os serviços, até mesmo com retirada e entrega para as revisões. "O atendimento personalizado prevê, por exemplo, troca de pneus, pagamento de multas e a inclusão dos valores na fatura única e um carro reserva em caso de emergência", exemplificou.

Um estudo comparativo apontou que o serviço de aluguel fará com que os gastos da empresa locatária sejam entre 17% e 37% menores do que se a companhia adquirisse ou fizesse um leasing pelo veículo.

Tudo o que sabemos sobre:
Grupo Eurobike

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.