Grupo Santander lucra 1,205 bi de euros no 1º trimestre

O grupo Banco Santander anunciou lucro de 1,205 bilhão de euros no 1º trimestre de 2013. O valor é 25,9% menor na comparação com igual período de 2012 e representa um salto de 184,8% ante o fraco 4º trimestre do ano passado. A operação brasileira teve lucro atribuído de 499 milhões de euros no trimestre, com redução anual de 22,3%. O balanço apresentado nesta quinta-feira, 25, em Madri mostra que as contas do banco foram afetadas especialmente pela redução de margem do grupo, que caiu 14,3% no período. O banco cita o Brasil como um dos exemplos, onde a redução dos juros diminuiu a margem e, consequentemente, afetou a lucratividade.

FERNANDO NAKAGAWA, CORRESPONDENTE, Agencia Estado

25 de abril de 2013 | 08h09

Segundo o Santander, o resultado trimestral foi afetado negativamente por "um entorno econômico e financeiro difícil". A maior instituição financeira espanhola cita nominalmente "desaceleração macroeconômica, taxas de juros em mínimos históricos e provisões ainda elevadas". O balanço, porém, afirma que os números do trimestre refletem "o início do processo para a normalização após o forte saneamento realizado nos últimos trimestres".

O total de ativos ficou praticamente estável, com ligeira redução de 0,1% na comparação anual, somando 1,281 trilhão de euros. A carteira de crédito recuou 2,8%, para 723,814 bilhões de euros, e o total de depósitos cresceu 1,6% na comparação com um ano atrás, para 653,228 bilhões de euros.

O banco informou também que as provisões contra créditos de liquidação duvidosa somaram 2,919 bilhões de euros no trimestre, valor 6,4% menor do que o de um ano antes. A rentabilidade sobre patrimônio (ROE) ficou em 5,99% no trimestre, abaixo dos 8,25% dos três primeiros meses de 2012.

Tudo o que sabemos sobre:
Santanderbalanço1º trimestreEspanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.