Grupo Vinci vence leilão de aeroportos em Portugal

O grupo Vinci Airports, uma subsidiária da Vinci Concessions, venceu nesta quinta-feira (27) o leilão da concessão para operar os aeroportos de Portugal (ANA), informou a empresa em comunicado à imprensa. A concessão inclui a operação por um prazo de 50 anos dos aeroportos de Lisboa, Porto, Faro e Beja, além da Ponta Delgada, Horta, Flores e Santa Maria, nos Açores, e Funchal e Porto Santo, na Ilha da Madeira. Segundo a agência Dow Jones, a proposta vencedora foi de 3,08 bilhões de euros.

ANDRÉIA LAGO, Agencia Estado

27 de dezembro de 2012 | 16h46

Com a concessão, a Vinci Airports passará a administrar 23 aeroportos em Portugal, França e Camboja, com fluxo de 40 milhões de passageiros/ano. A empresa francesa já participava do capital da Lusoponte, holding que administra as pontes 25 de abril e Vasco da Gama em Portugal.

O contrato de transferência deverá ser assinado em janeiro de 2013, e a operação será submetida à aprovação das autoridades antitruste do país. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
aeroportoPortugalGrupo Vinci

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.