Helibras prepara primeiro helicóptero nacional

A Eurocopter europeia está capacitando a sua coligada no Brasil, a Helibras, de Itajubá, no sul de Minas, para desenvolver, até 2025, o primeiro helicóptero de projeto e construção nacionais.

AE, Agencia Estado

02 de outubro de 2012 | 10h26

"A aeronave será entregue ao mercado mundial em meados da década de 2020", disse na segunda-feira ao ''Estado'' o CEO internacional do grupo, Lutz Bertling, que participa, nesta terça-feira, da inauguração da nova fábrica, dedicada à linha de produção do modelo militar EC725. Para o presidente da Helibras, Eduardo Marson, o helicóptero brasileiro ?era um plano, agora é meta?.

O governo comprou 50 unidades do EC725, um contrato de 1,9 bilhão. O lote principal, de 48 unidades, será destinado à Marinha, Exército e Aeronáutica. Os outros dois estão destinados ao GTE, o Grupo de Transporte Especial da Força Aérea, responsável pela frota da Presidência.

O pavilhão industrial em Itajubá, com as unidades dos serviços de apoio - de um banco digital de testes e centro de treinamento à área de qualificação de empresas fornecedoras de peças e componentes -, implicam investimentos de R$ 420 milhões. O programa prevê índice de nacionalização de 50% no EC725/Br. O número de empregos locais na Helibras passou de 260 em 2009 para os atuais mais de 700.

Segundo Lutz Bertling, a Eurocopter ?está aberta para receber sinais positivos do governo federal no sentido de compartilhar a aspiração (de produzir um helicóptero próprio no País)?. ?Estou preparado para debater com a presidente Dilma Rousseff e com o ministro Celso Amorim a melhor maneira de prosseguir rumo ao nosso objetivo?, disse. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.