Holandesa Heineken tem receita 13% maior no trimestre

A fabricante holandesa de cervejas Heineken informou hoje que registrou um lucro líquido de 520 milhões de euros (US$ 718 milhões) no terceiro trimestre. A companhia, que fabrica as marcas de cervejas Heineken, Amstel e Strongbow, disse que sua receita total aumentou 13% no período, para 4,62 bilhões de euros, ante os 4,07 bilhões de euros do mesmo período do ano passado.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

27 de outubro de 2010 | 14h02

Os resultados foram impulsionados pela aquisição da mexicana Femsa Cerveza. A estimativa dos analistas era de a Heineken atingisse receita de 4,84 bilhões de euros. Excluindo os efeitos da compra da Femsa, a receita recuou 2,1%. O volume de vendas da Heineken caiu 1% no terceiro trimestre, puxado principalmente pelo forte declínio das vendas na Europa Ocidental e na Oriental, enquanto as vendas na África, na América Latina e na Ásia subiram. A Heineken também reiterou sua projeção de resultados para 2010, de um aumento de dois dígitos do lucro antes de itens excepcionais e amortização de marcas. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
cervejabebidasHeineken

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.