Honda centraliza operações sul-americanas em Sumaré

A Honda South America (HSA) comunicou nesta terça-feira a decisão de concentrar, na unidade de Sumaré (SP), onde já funciona desde 1997 sua fábrica de automóveis, todas as operações das áreas administrativa, recursos humanos, controladoria, tecnologia da informação, jurídica, regulamentação de produto, relações institucionais, pós-venda e auditoria, atualmente na capital paulista. Na unidade fabril no interior paulista, será construída uma sede administrativa entre este ano e o segundo semestre de 2014, quando a integração será finalizada.

GUSTAVO PORTO, Agencia Estado

28 de maio de 2013 | 16h53

Também ficarão no mesmo local as áreas de vendas, desenvolvimento, compras e administrativa dos negócios companhia. Segundo comunicado da Honda, "o projeto prevê maior proximidade das áreas administrativas com a operação industrial com objetivo de acelerar os processos de tomada de decisão e, com isso, ganhar em agilidade e competitividade, especialmente no segmento de automóveis".

Motos-

Já a Moto Honda da Amazônia, responsável pela operação de motos da Honda, inaugura no mês de agosto um prédio em Manaus (AM), que integrará as operações do braço de duas rodas da companhia. Permanecem na capital paulista, por questões comerciais, apenas a Honda Serviços Financeiros, que reúne o Banco Honda, o Consórcio Nacional Honda e a Seguros Honda, e as áreas relacionadas a vendas de duas rodas e produtos de força, como geradores.

A Honda anunciou ainda que serão criados escritórios regionais nas cidades de São Paulo, Sumaré, Recife e Ananindeua, aproveitando as estruturas já existentes, além de Brasília. Os escritórios atuarão com a rede de concessionárias e clientes.

Tudo o que sabemos sobre:
HondaoperaçõesSumaré

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.