HRT conclui perfuração na Namíbia e poço é seco

A HRT Participações em Petróleo concluiu a perfuração do Murombe-1 e o poço foi considerado seco. A companhia informou em comunicado, na noite desta sexta-feira, 11, que a perfuração foi feita para testar o Prospecto Morumbe, localizado na Namíbia.

MARCELLE GUTIERREZ, Agencia Estado

19 de julho de 2013 | 22h00

"O principal objetivo do poço foi testar o potencial dos recursos dos reservatórios turbidíticos de leque de assoalho de Bacia do Prospecto Murombe", disse a HRT por meio de fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A HRT afirmou ainda que o resultado do poço demonstrou que "ainda estamos numa curva de aprendizado na exploração das bacias da Namíbia". "A partir de agora daremos prosseguimento à nossa campanha de perfuração na Bacia de Orange, terceira locação exploratória - poço Moosehead-1, no PEL-24", destacou no comunicado Milton Romeu Franke, diretor-presidente da HRT.

A HRT é a operadora de 10 blocos offshore na Namíbia, incluídos em quatro Licenças de Exploração de Petróleo. A Galp Energia, com 14% de participação, é a parceira da HRT na perfuração dos três primeiros poços da atual campanha de exploração.

Tudo o que sabemos sobre:
HRT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.