Reuters
Reuters

HSBC planeja reforçar operações de banco de investimento no País, segundo FT

Segundo Financial Times, três anos após vender a maior parte de suas operações no Brasil para o Bradesco, banco britânico quer ampliar quadro de funcionários no País

O Estado de S.Paulo

12 de novembro de 2018 | 11h30

O HSBC planeja reforçar as operações de banco de investimento no Brasil, segundo a publicação Financial Times. O banco britânico estuda ampliar seu quadro de funcionários no Brasil dos atuais 80 para mais de 200, mas não considera voltar a atuar no varejo. Há cerca de três anos, o banco vendeu a maior parte de suas operações para o Bradesco, em uma transação de aproximadamente R$ 16 bilhões.

Segundo a reportagem, a medida é parte do recém-nomeado diretor-executivo do HSBC, John Flint, que substituiu Stuart Gulliver em fevereiro, para devolver o banco ao "modo de crescimento", como afirmou em junho deste ano. 

A publicação britânica informou que o HSBC considera aumentar seu banco de investimentos sediado em São Paulo, com o intuito de reconquistar clientes corporativos internos.

 O FT ainda destacou que o plano para voltar ao mercado brasileiro ocorre após a definição da corrida eleitoral, com a vitória do candidato Jair Bolsonaro (PSL). Mais alinhado ao perfil do mercado, ele promete implementar reformas econômicas liberais ortodoxas, como a redução do déficit público, com maior controle de gastos e reformar o sistema de aposentadorias no País.

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    HSBCbanco [sistema financeiro]

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.