HSBC tem lucro maior com força em banco de investimento

O HSBC Holdings, maior banco europeu, informou que o lucro no primeiro trimestre foi "bem acima" do ano passado, impulsionado por desempenho recorde na área de banco de investimento. Mas o resultado teria sido inferior não fosse contabilização de ganhos sobre sua dívida.

STEVE SLATER, REUTERS

11 de maio de 2009 | 09h07

Sem considerar ganho de 6,6 bilhões de dólares em valor justo sobre sua dívida, o lucro no primeiro trimestre foi menor em relação ao mesmo período do ano anterior, embora ainda tenha sido "significativamente mais alto" que no quarto trimestre de 2008.

Dívidas de difícil recuperação nos primeiros três meses do ano cresceram frente ao ano passado, mas ficaram abaixo em comparação ao trimestre anterior, informou o banco nesta segunda-feira, que não forneceu resultado trimestral completo.

Às 8h58 (horário de Brasília), as ações do HSBC perdiam 1,13 por cento, contra queda de 1,4 por cento do índice DJ Stoxx que monitora o setor bancário europeu. Os papéis da instituição acumulam perda de 4 por cento neste ano, mas avançaram 59 por cento nos últimos dois meses.

"Nos EUA nós ficamos surpresos com relação ao primeiro trimestre, mas não achamos que seja uma tendência e precisamos acompanhar os próximos quatro trimestres", disse Michael Geoghegan, presidente-executivo do banco, a repórteres por telefone.

Ele acrescentou que as dívidas de difícil recuperação na Grã-Bretanha devem aumentar "por algum tempo" e que muitos outros mercados estão deteriorando, mas se mostram mais resistentes na Ásia, tradicional porto seguro do HSBBC.

"Há sinais (de recuperação) da confiança, e isso é importante em conduzir o curso da economia", disse Geoghegan, acrescentando que é muito cedo para ver "indícios significativos" de recuperação da economia.

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASHSBCRESULT*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.