IAG lucra ? 241 milhões a mais no 2.º trimestre

O International Consolidated Airlines Group (IAG), empresa controladora da British Airways e da Iberia, teve lucro operacional de ? 245 milhões no segundo trimestre, bem acima dos ? 4 milhões obtidos no mesmo período de 2012. O resultado superou a previsão dos analistas, que esperavam lucro operacional de ? 163 milhões.

AE, Agencia Estado

02 de agosto de 2013 | 09h01

Nos seis meses até 30 de junho, porém, o IAG teve prejuízo líquido de ? 503 milhões, maior do que o prejuízo de ? 207 milhões registrado um ano antes. A receita aumentou 4%, para ? 8,7 bilhões, na mesma comparação. O IAG também informou que a reestruturação da unidade espanhola, a Iberia, está começando a dar resultados e que prevê um crescimento de 5% na capacidade em todo este ano. Às 8h45 (de Brasília), as ações do grupo subiam 5,62% na Bolsa de Londres.

"Vários fatores contribuíram para essa melhora", afirmou o executivo-chefe do IAG, Willie Walsh. "Primeiramente, os benefícios da reestruturação da Iberia estão começando a mostrar resultados. Em segundo lugar, o desempenho da British Airways melhorou e a Vueling - que entrou para o IAG em abril - continua administrando o crescimento da capacidade com a expansão de seus negócios e com aumento nos lucros", argumentou. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
IAGIberia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.