Iberdrola quer investir 9,6 bi de euros em 3 anos

A Iberdrola vai ampliar investimentos fora da Europa para compensar as perdas em seu mercado principal, a Espanha, onde incertezas regulatórias e medidas fiscais estão forçando o grupo espanhol de energia a fechar mais estações elétricas, anunciou o executivo-chefe da empresa, Ignacio Galán, nesta quarta-feira, 19.

Agencia Estado

19 de fevereiro de 2014 | 09h41

O grupo pretende investir a maior parte de 9,6 bilhões de euros (US$ 13,2 bilhões) líquidos nos próximos três anos no Brasil, Reino Unido, México e nos EUA, enquanto a Espanha ficará com apenas 15% do total. Atualmente, o mercado espanhol representa menos de um terço dos negócios da Iberdrola.

Segundo Galán, os governos brasileiro, mexicano e norte-americano estão tentando criar uma estrutura mais atraente e estável para estimular os investimentos. "O que acontece na Espanha é justamente o oposto", comentou o executivo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Iberdrolainvestimentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.