IBGE estima safra 2004 de 119,38 milhões de toneladas

Rio, 30 - O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou hoje a oitava estimativa para a safra nacional 2004 que indicou um volume de 119,38 milhões de toneladas, resultado 3,43% inferior à safra 2003. A estimativa ficou praticamente inalterada em relação à divulgada em julho, que apontava safra de 119,47 milhões de t. De julho para agosto, o IBGE revisou para baixo as estimativas de safra do feijão (segunda safra), para menos 7,4% ante julho, e de trigo em grão, para menos 2,02%. Em relação à safra 2003, são esperados aumentos na safra de arroz em casca (28,5%), trigo (1,5%), algodão herbáceo (60,11%) e sorgo (13,55%). Haverá quedas ante 2003 no feijão de primeira safra (-10,45%), feijão segunda safra (- 3,64%), feijão terceira safra (- 11,02%), milho primeira safra (- 9,93%), milho segunda safra (- 19,72%) e soja em grão (- 4,38%). A pesquisa do segundo trimestre de 2004 sobre o abate de animais mostra que no período foram abatidos 6,426 milhões de bovinos, representando aumento de 7,62% ante o primeiro trimestre de 2004 e um crescimento de 25,22% ante segundo trimestre de 2003. No caso dos suínos, foram abatidas 5,407 milhões de cabeças no segundo trimestre deste ano, com aumento de 1,56% ante primeiro trimestre de 2004 e uma queda de 2,39% em relação ao segundo trimestre de 2003. Ainda segundo a pesquisa do IBGE, no segundo trimestre de 2004 foram abatidos 878,75 milhões de frangos, com aumento de 2,98% sobre o primeiro trimestre deste ano e crescimento de 14,14% ante segundo trimestre do ano passado. O IBGE também divulgou o volume de leite captado pelos laticínios no Brasil: 3,288 bilhões de litros no segundo trimestre de 2004. O volume representa queda de 9,24% sobre o primeiro trimestre deste ano, mas um crescimento de 4,72% sobre o segundo trimestre do ano passado. Os principais Estados que receberam o produto, segundo o IBGE, são Minas Gerais (29,19%), São Paulo (17,18%), Goiás (12,3%) e Rio Grande do Sul (10,29%). O IBGE divulgou, ainda, que no segundo trimestre deste ano foram produzidas 475,29 milhões de dúzias de ovos de galinha, com aumento de 1,71% sobre o primeiro trimestre deste ano e de 3,94% sobre o segundo trimestre do ano passado. A pesquisa do instituto levantou também os dados trimestrais sobre couro, que mostrou uma aquisição de cerca de 8,696 milhões de peças de couro cru no País no segundo trimestre de 2004, com aumento de 3,16% sobre o primeiro trimestre deste ano e de 20,57% sobre o segundo trimestre de 2003. Foram registrados no trimestre também um volume de 8,621 milhões de peças de couro curtido, com aumento de 2,21% ante primeiro trimestre e crescimento de 17,6% sobre o segundo trimestre de 2003.

Agencia Estado,

30 de setembro de 2004 | 10h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.