Inadimplência com cheques subiu 19,77% em março

A maior causa da inadimplência foi a falta de fundos, seguida pelos cheques sustados

Agência Estado,

12 de abril de 2013 | 11h41

A inadimplência nas transações com cheques subiu 19,77% em março ante fevereiro, informou nesta sexta-feira (12) a Telecheque. Os cheques não compensados responderam por 3,15% do total emitido em março. Em fevereiro, a porcentagem era de 2,63%. No entanto, na comparação de março de 2013 com o mesmo mês do ano passado, houve queda de 13,70% na inadimplência, uma vez que o indicador, há um ano, foi de 3,65% de não compensados do universo total de emitidos.

A maior causa da inadimplência foi a falta de fundos (76,19% do total), seguida pelos cheques sustados (8,89%), roubos e furtos (3,81%), fraudes (1,59%) e outros motivos (9,52%). No ranking por regiões, o maior índice de inadimplência de março foi o do Nordeste, que atingiu 4,43%. Em segundo lugar ficou a região Norte, com 4,21%, seguida pelo Centro-Oeste (3,12%), Sudeste (2,87%) e Sul (2,39%).

Tudo o que sabemos sobre:
chequeinadimplênciamarço

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.