Inadimplência das empresas no Brasil sobe 6,1% no 1º semestre, aponta Serasa

A inadimplência das empresas brasileiras registrou crescimento de 1,6 por cento em junho sobre o mesmo mês do ano passado e fechou o primeiro semestre com alta de 6,1 por cento, informou a Serasa Experian nesta quarta-feira.

REUTERS

30 de julho de 2014 | 10h51

Em comparação a maio, o índice teve queda de 7,2 por cento.

Segundo economistas da Serasa, "o quadro conjuntural de estagnação da economia, aumento dos custos -- salários reais avançando além da produtividade -- e a elevação dos custos financeiros das empresas, determinado por taxas de juros mais altas ante as vigentes no primeiro semestre do ano passado" foram os fatores responsáveis pela alta da inadimplência.

As dívidas junto aos bancos puxaram o aumento da inadimplência no primeiro semestre, com alta de 18,5 por cento no período. Os títulos protestados e as dívidas não bancárias também contribuíram com a alta, subindo 7,3 por cento e 3,3 por cento, respectivamente.

Os cheques sem fundo, contrariando a tendência, tiveram uma queda de 3,1 por cento no primeiro semestre na base anual.

(Por Renan Fagalde)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASINADIMPLENCIACOMPANHIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.