InBev lança pacote de US$45 bi para compra da Anheuser-Busch

A cervejaria belgo-brasileira InBevlançou um pacote de financiamento sindicalizado de 45 bilhõesde dólares para apoiar sua tentativa de aquisição da rivalnorte-americana Anheuser-Busch, permitindo a bancos distribuiro risco, informaram fontes do setor bancário nesta sexta-feira. A InBev está pedindo comprometimentos de 1,75 bilhão dedólares de cada banco, em troca por preços e taxas maioresdiante das difíceis condições do mercado. A companhia está oferecendo às instituições líderes doempréstimo margem de cerca de 175 pontos básicos sobre a Libor,caindo ao longo do tempo a cerca de 100 pontos básicos. Aempresa também está oferecendo taxas de 100 pontos básicos,informaram várias fontes do setor bancário. Os comprometimentos de 1,75 bilhão de dólares devem cair aquase a metade no primeiro ano já que 19 bilhões de dólares, ou42 por cento do empréstimo, deve ser refinanciado por meio deuma combinação de desinvestimentos em ativos e recursos dosmercados de capitais, informou um representante do setorbancário próximo à operação. Dos 45 bilhões de dólares do financiamento, 7 bilhões dedólares correspondem a um empréstimo-ponte de um ano que serápago por alienação de ativos e 12 bilhões de dólares equivalema um empréstimo-ponte a ser pago com recursos do mercado decapitais, informou a fonte. Os restantes 26 bilhões de dólares consistirão de umempréstimo de 13 bilhões de dólares de 3 anos e o restante umfinanciamento de cinco anos. O empréstimo está sendo montado pelos Bank ofTokyo-Mitsubishi UFJ, Barclays Capital, BNP Paribas, DeutscheBank, Fortis, ING, JP Morgan, Mizuho, Royal Bank of Scotland eSantander.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.