Incorporadora Eztec tem alta de 48,6% no lucro líquido

O lucro líquido da incorporadora Eztec atingiu R$ 139,4 milhões no terceiro trimestre de 2013, alta de 48,6% em relação ao mesmo período de 2012. O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) somou R$ 134,9 milhões, crescimento de 51,8%. A margem Ebitda aumentou 3,8 pontos porcentuais, para 53,5%. A receita líquida totalizou R$ 252,3 milhões, montante 41,1% maior.

CIRCE BONATELLI, Agencia Estado

12 de novembro de 2013 | 22h04

A melhora nos resultados da Eztec é explicada pelo maior ritmo de execução de obras e reconhecimento da receita (no setor de construção, a receita da venda dos imóveis é reconhecida de acordo com o andamento da obra). A companhia também obteve forte volume de vendas de unidades nos estoques, principalmente imóveis prontos (cujo reconhecimento de receita é imediato) e maior controle dos orçamentos.

No acumulado dos primeiros nove meses de 2013, o lucro líquido somou R$ 426,5 milhões, expansão de 69,2% em relação ao mesmo período de 2012. No ano, a margem bruta chegou a 52,3%, enquanto a líquida foi a 50,1%. Ambas estão em patamar superior ao guidance (meta oficial) da Eztec para o ano, de 40% e 30%, respectivamente.

Na avaliação do diretor de relações com investidores, Emílio Fugazza, o resultado do terceiro trimestre consolida um novo patamar de lucratividade da companhia - que reflete crescimento das operações, com maior volume de lançamentos, vendas e obras em andamento.

"No ano passado, vínhamos rodando na faixa de R$ 70 milhões a R$ 90 milhões de lucro por trimestre, fruto de lançamentos de R$ 1,0 bilhão no ano", observou o executivo, em entrevista ao Broadcast. "Agora a companhia está rodando com lucro entre R$ 130 milhões e R$ 150 milhões por trimestre, por conta de lançamentos entre R$ 1,3 bilhão e R$ 1,4 bilhão no ano. É um patamar de lucro em que chegamos pra ficar", completou.

A Eztec ainda encerrou o mês de setembro com R$ 697 milhões de resultado a apropriar, com margem de 55%, indicando tendência de uma leve melhora na rentabilidade nos próximos trimestres.

Operacional

Os lançamentos da Eztec foram de R$ 275 milhões em valor geral de vendas (VGV) no terceiro trimestre, queda de 46% ante o mesmo período de 2012. Já no acumulado do ano, os lançamentos chegaram a R$ 999,2 milhões, aumento de 21,5% ante o mesmo período de 2012. No ano, os lançamentos alcançaram 76,9% do ponto médio do guidance para 2013, que vai de R$ 1,2 bilhão a R$ 1,4 bilhão.

A companhia planeja colocar no mercado até o fim deste mês um empreendimento residencial de grande porte, formado por quatro torres e VGV de R$ 321 milhões na cidade de Guarulhos (SP), além de um empreendimento comercial em dezembro, com VGV de R$ 56 milhões em Moema, na zona sul da capital paulista. Se o cronograma correr conforme previsto, a Eztec encerrará 2013 com lançamentos de R$ 1,38 bilhão, o equivalente a 94,2% do teto do guidance.

As vendas contratadas atingiram R$ 201,3 milhões no terceiro trimestre, queda de 27,1%. No ano, as vendas chegaram a R$ 771,3 milhões. Se for considerada a venda de uma das duas torres do empreendimento Ez Towers, no primeiro semestre, as vendas totalizaram R$ 1,3 bilhão, alta de 100,7%.

Tudo o que sabemos sobre:
Ezteclucro líquido

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.