Indicadores antecedentes nos EUA têm primeira queda desde março de 2009

Permissões para construções, as entregas dos fornecedores, a ofertareal de dinheiro e os pedidos de auxílio-desemprego pesaramnegativamente no índice

Cynthia Decloedt, da Agência Estado,

20 de maio de 2010 | 11h16

O índice dos indicadores antecedentes norte-americanos caiu em abril pela primeira vez desde março de 2009 em 0,1%, após alta revisada de 1,3% em março, informou o Conference Board. Economistas ouvidos pela Dow Jones esperavam aumento de 0,2% do índice em abril.

"Os números recentes sugerem uma recuperação que irá continuar durante o verão (no Hemisfério Norte), que pode, entretanto, perder um pouco de ritmo", disse o economista do Conference Board, Ken Goldstein.

As permissões para construções, as entregas dos fornecedores, a oferta real de dinheiro e os pedidos de auxílio-desemprego pesaram negativamente no índice. No início desta semana, o Departamento do Comércio informou que as permissões para novas construções em abril despencaram 11,5%.

Apenas quatro dos 10 indicadores antecedentes subiu em abril. Os indicadores com melhor desempenho foram o de spread de taxa de juro e preço das ações.

O índice de indicadores coincidentes subiu 0,3% em abril, após alta de 0,1% em março. O índice de indicadores passados avançou 0,1% em abril, após alta de 0,1% em março.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
indicadores antecedentes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.