Índice de Atividade do Fed Chicago cai 0,53 em agosto

Resultado foi pressionado pelo enfraquecimento dos indicadores de produção e emprego

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

27 de setembro de 2010 | 10h04

O Federal Reserve de Chicago destacou a falta de vigor da economia norte-americana, ao reportar que o Índice Nacional de Atividade recuou em agosto, pressionado pelo enfraquecimento dos indicadores de produção e emprego.

O índice diminuiu para -0,53 em agosto, de -0,11 em julho, em dados revisados. A média móvel dos últimos três meses caiu para -0,42 em agosto, de -0,27 em julho.

O ritmo lento de crescimento dos indicadores de produção provocou o declínio do índice em agosto, na comparação com julho, enquanto os dados fracos de emprego fizeram com que a categoria se tornasse negativa, passando de 0,09 em julho para -0,09 em agosto.

O indicador de consumo e imobiliário permaneceu como o mais fraco das quatro categorias pesquisadas pelo Fed de Chicago, embora tenha subido levemente para -0,40 em agosto, de -0,44 em julho.

Já o índice da atividade das empresas medido pelo Federal Reserve (Fed) de Dallas ficou em -17,7 em setembro, ante -13,5 em agosto.

O índice de produção subiu para 4,0 em setembro, comparado a -0,1 um mês antes.

Leituras abaixo de zero indicam contração. O índice de novas encomendas foi de -3,0 em setembro, em comparação com -9,3 no mês anterior, enquanto o índice de emprego subiu para 1,8, de -5,1 em agosto.

O indicador de preços pagos ficou em 24,4 em setembro, ante 24,3 em agosto. O índice de preços recebidos subiu para 0,5 em setembro, de -5,7 no mês anterior. As informações são da Dow Jones. 

As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
atividadeEUAChicago

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.