Índice de preços para gastos com consumo nos EUA tem menor alta em 51 anos

Elevação de 0,6% no 1º tri indica que o Fed deve manter as taxas de juros próximas a zero

Danielle Chaves, da Agência Estado,

30 de abril de 2010 | 10h09

O núcleo do índice de preços para gastos com consumo (PCE) - que exclui os preços dos alimentos e da energia - aumentou 0,6% nos EUA no primeiro trimestre deste ano, depois de ter subido 1,8% no quarto trimestre do ano passado. O Federal Reserve observa esse dado e define sua meta estatutária de estabilidade dos preços como um núcleo entre 1,5% e 2%.

 

 

O aumento foi o menor desde a leitura estável registrada no primeiro trimestre de 1959, o que sugere que o Federal Reserve provavelmente vai continuar mantendo as taxas de juros perto de zero.

O PCE subiu 1,5% no primeiro trimestre, em seguida ao ganho de 2,5% no último trimestre de 2009. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
PCEEUAPIBconsumoFedjuros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.