Índice do BC mostra que economia cresceu 7,8% em 2010

IBC-Br, que é considerado um antecedente do PIB, ficou praticamente estável em dezembro ante novembro

Fabio Graner, da Agência Estado,

16 de fevereiro de 2011 | 13h15

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) fechou dezembro em 140,60 pontos, praticamente estável ante novembro, quando ficou em 140,51 pontos, considerando a série com ajuste sazonal. Sem esse ajuste, o IBC-Br caiu 1,96% em dezembro, ante novembro, fechando em 137,43 pontos, informou o BC.

Com o resultado do último mês do ano passado, o IBC-Br teve em 2010 uma alta média de 7,8% sobre a média de 2009. Como o IBC-Br é um indicador antecedente do resultado do Produto Interno Bruto (PIB), a alta de 7,8% no ano passado indica que a economia brasileira cresceu em torno desse valor.

Olhando-se apenas para os dados do último trimestre de 2010, o IBC-Br mostra que houve um crescimento, na média, de 1,02% ante o terceiro trimestre do mesmo ano. Isto evidencia uma aceleração na margem em comparação com o ritmo apresentado nos três meses anteriores, quando o crescimento sobre o segundo trimestre foi de apenas 0,3%.

Na comparação com o quarto trimestre de 2009, o IBC-Br apresentou, na média, alta de 5%, taxa abaixo do resultado do ano, mas que ainda mostra um ritmo de crescimento econômico significativo. 

Tudo o que sabemos sobre:
IBC-BrBanco Centralatividade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.