Índices de Wall Stfecham perto do zero a zero após dados e FedEx

Os mercados acionários dos Estados Unidos terminaram com discretas variações nesta quinta-feira, após dados macroeconômicos sem direção comum e uma perspectiva cautelosa dada pela FedEx manterem o mercado na estreita faixa de oscilação recente.

CHUCK MIKOLAJCZAK, REUTERS

16 de setembro de 2010 | 17h45

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, avançou 0,21 por cento, para 10.594 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq teve oscilação positiva de 0,08 por cento, para 2.303 pontos. Já o Standard & Poor's 500 teve oscilação negativa de 0,04 por cento, para 1.124 pontos.

As ações da FedEx recuaram 3,7 por cento, após a companhia --vista como termômetro da demanda por causa da atuação em vários setores da economia-- prever um lucro trimestral abaixo das expectativas de Wall Street, alertando ainda que a recuperação pode desacelerar .

A queda para a mínima em dois meses nos pedidos de auxílio-desemprego na semana passada não foi suficiente para valorizar o mercado de ações, enquanto o índice de atividade empresarial no Meio-Atlântico do país mostrou contração pelo segundo mês consecutivo em setembro .

"Estamos exatamente com o mesmo ritmo de crescimento em que estávamos antes dos temores de recaída na recessão --por isso o mercado está um pouco travado, os volumes estão um tanto baixos e não há convicção em um caminho ou outro", disse John Canally, estrategista de investimento e economista da LPL Financial, em Boston.

"Hoje, (o número dos) pedidos de auxílio-desemprego veio bom, mas os dados sobre balanços corporativos não foram tão bons, e esse é o cabo de guerra em que você está agora."

Mais cedo, o Departamento de Trabalho informou que os preços no atacado dos EUA subiram 0,4 por cento, com a primeira alta nos custos de energia desde março. Os mercados esperavam avanço de 0,3 por cento, após alta de 0,2 por cento em julho.

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHAATUALIZA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.