Índices dos EUA recuam com foco em Fed, mas sobem em julho

Os principais índices acionários dos Estados Unidos fecharam em baixa nesta terça-feira, com investidores à espera da divulgação na quarta-feira de pronunciamentos do Federal Reserve, banco central norte-americano, sobre a economia e uma possível nova rodada de estímulos.

RODRIGO CAM, Reuters

31 de julho de 2012 | 18h11

O índice Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, recuou 0,49 por cento, para 13.008 pontos. O índice Standard & Poor's 500 teve desvalorização de 0,43 por cento, para 1.379 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq caiu 0,21 por cento, para 2.939 pontos.

No mês, o Dow Jones acumulou ganho de 1,0 por cento, o S&P 500 cresceu 1,3 por cento e o Nasdaq teve oscilação positiva de 0,2 por cento.

O Nasdaq, que teve performance ruim na segunda-feira, registrou o melhor declínio entre os três principais índices acionários dos EUA no pregão desta terça-feira, devido em parte ao ganho de 2,6 por cento na ação da Apple após uma fonte afirmar a empresa apresentará um novo produto em um evento em setembro. O papel fechou a 610,76 dólares.

O volume de negociações foi menor do que a média no segundo mês de alta consecutivo, com a maior parte dos ganhos mensais acumulados na semana passada por conta de esperanças de mais ação tanto do Fed quanto do Banco Central Europeu (BCE). O BCE se reunirá na quinta-feira.

"Parece que os mercados têm sido animados por conversas, mas não acho que isso será suficiente nos próximos dias", disse o estrategista-chefe de investimentos do Subodh Kumar & Associates, Subodh Kumar. "Acho que há um risco de que o mercado se desaponte em termos de substância".

A ação da Coach recuou 18,6 por cento para 49,33 dólares após a fabricante de couros e bolsas publicar vendas aquém das projeções de analistas no segundo trimestre. A queda foi a pior desvalorização percentual diária no papel da Coach desde 17 de setembro de 2001 -- o primeiro dia de negociações após 11 de setembro. A ação da Coach teve a pior performance entre as ações do S&P 500 no pregão desta terça-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.