Indústria tem recorde na geração de vagas em janeiro

Segundo ministro do Trabalho, fim da crise e nível de estoques baixo ajudaram na criação de 68.920 empregos

Jacqueline Farid, da Agência Estado,

18 de fevereiro de 2010 | 10h59

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, comemorou a geração de 68.920 vagas de trabalho formais na indústria de transformação no mês passado, recorde histórico do setor para meses de janeiro. "Com o fim da crise e os estoques baixos, a indústria começou a contratar fortemente. É a demonstração mais forte da recuperação e do crescimento da economia do País, do aquecimento da economia brasileira", disse durante entrevista que concede neste momento no Rio.

 

Segundo Lupi, o governo mantém a meta de geração de 2 milhões de empregos formais em 2010. "O resultado de janeiro me faz ter mais certeza do cumprimento dessa meta. Há essa tendência", disse. Segundo ele, a expectativa é que todos os setores (indústria, serviços e construção) "devem ter comportamento muito positivo".

 

Ele explicou que, quando havia falado em geração de mais de 142 mil vagas em janeiro, é porque sabia que o resultado do mês passado ultrapassaria o recorde anterior para o mês, registrado em 2008, quando foram geradas 142.921 postos de emprego formais.

Tudo o que sabemos sobre:
Caged, emprego, indústria

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.