Industrial Bank of China promete liberar empréstimos

O Industrial & Commercial Bank of China, maior credor chinês por ativos, disse nesta quarta-feira que irá processar empréstimos hipotecários para compra de imóveis mais rapidamente, em resposta a um pedido do Banco Central do país. Em uma reunião na segunda-feira, o Banco do Povo da China pediu aos principais credores do país dar prioridade à concessão de empréstimos hipotecários para compradores de primeiro imóvel, em meio ao crescimento das preocupações com a lentidão do mercado imobiliário.

AE, Agencia Estado

14 de maio de 2014 | 15h57

A reunião teve por objetivo abordar os problemas relacionados ao fato de que credores haviam suspendido seus empréstimos hipotecários ou começado a cobrar taxas de juros mais altas em empréstimos para compradores de moradias. O mercado imobiliário na China esfriou consideravelmente este ano. Nos primeiros quatro meses, as vendas de moradias caíram 9,9% ante igual período de 2013.

O ICBC, o primeiro banco a responder publicamente ao pedido do banco central, disse ter emitido um total de 127,2 bilhões de yuans (US$ 20,42 bihões) em novos empréstimos hipotecários nos primeiros quatro meses do ano, elevando o total desse tipo de empréstimo em carteira a 1,83 trilhão de yuans. Em nota, o banco afirmou que o crédito hipotecário foi uma parte importante dos esforços para impulsionar o crescimento econômico chinês. O banco estatal disse ainda ter definido taxas de juros razoáveis em seus empréstimos hipotecários, mas não deu detalhes. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
bancoChinaempréstimos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.