Inflação ao consumidor na zona do euro sobe 2,7% em junho

Avanço foi expressivo e sugere que o BCE elevará a taxa básica de juros na reunião de política monetária marcada para o dia 7 de julho

Danielle Chaves, da Agência Estado,

30 de junho de 2011 | 08h15

A taxa de inflação anual da zona do euro ficou inalterada em junho, acima da meta do Banco Central Europeu (BCE). Dados preliminares da Eurostat mostram que o índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da região subiu 2,7% em comparação com junho do ano passado, a mesma taxa anual de maio.

O resultado ficou abaixo das estimativas dos economistas ouvidos pela Dow Jones, que eram de alta de 2,8%. No entanto, o avanço foi expressivo e sugere que o BCE elevará a taxa básica de juros na reunião de política monetária marcada para o dia 7 de julho - em seguida à primeira elevação dos juros após a crise global, em abril.

A Eurostat não forneceu detalhes sobre os dados, mas é provável que a estabilização da taxa de inflação anual em junho tenha sido provocada pelos preços da energia e dos alimentos, que pararam de subir tão rapidamente quanto antes. As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
inflaçãozona do euro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.