Inflação no 2º semestre será mais moderada, diz diretor do BC

Segundo Carlos Hamilton, ínflação deve atingir centro da meta no final de 2012

Renata Veríssimo e Fabio Graner, da Agência Estado,

29 de junho de 2011 | 14h18

O diretor de Política Econômica do Banco Central, Carlos Hamilton, afirmou nesta quarta-feira, 29, que a inflação no segundo semestre deste ano será mais moderada que no início de 2011. "Nossa visão é que nos próximos meses a inflação tende a arrefecer e atingir o centro da meta no final de 2012", afirmou.

Segundo ele, a convergência da inflação para a meta se deve, em grande parte, pelo trabalho do BC nos últimos meses. "O que nos faz crer que a inflação vai responder como esperamos", afirmou Hamilton.

Para o diretor, o perigo é a inércia inflacionária, que chamou de "indústria de contratos". "Uma preocupação é que as pessoas alterem seus preços olhando para inflação passada. Seria ruim para a dinâmica dos preços.

Olhar para frente ajuda a levar a inflação para baixo", destacou. Mas para ele, não há um cenário de descontrole de inflação. "Esta possibilidade está totalmente descartada", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
inflaçãobanco centralhamilton

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.