Inflação terá níveis extremamente baixos a partir de junho, diz Bradesco

Segundo economista-chefe da instituição, taxa deve ficar em 0,17% entre julho e agosto

Mônica Ciarelli, da Agência Estado,

31 de maio de 2011 | 15h22

O economista-chefe do Bradesco, Octávio de Barros, previu nesta terça-feira, 31, que a inflação deve atingir níveis "extremamente baixos" a partir de junho. Segundo ele, o IPCA em junho deve cair para 0,10%. Entre julho e agosto, a taxa deve ficar em 0,17%. Em uma breve palestra no Rio Investors Day, o economista lembrou que as commodities estão exibindo quedas desde o início do ano.

Esse arrefecimento, segundo ele, beneficia a economia brasileira ao aliviar a pressão sobre a inflação. O economista trabalha com um cenário de IPCA convergindo para o centro da meta em 2012, podendo ficar um pouco abaixo. Já para este ano, a projeção é de que o IPCA fique em 6,3%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.