Infraprev fecha 2012 com patrimônio de R$ 2,25 bilhões

Apesar da queda da taxa básica de juros em 2012 e da volatilidade do mercado de ações, o Instituto Infraero de Seguridade Social (Infraprev) fechou o ano passado com crescimento do patrimônio de 18,2%, alcançando R$ 2,25 bilhões. Até fevereiro deste ano, o patrimônio havia alcançado R$ 2,303 bilhões.

FERNANDA NUNES, Agencia Estado

21 de março de 2013 | 11h32

O crescimento foi pautado no bom desempenho da carteira de renda fixa, que representa cerca de 60% do total de aplicações do fundo de pensão, e nos investimentos estruturados, cerca de 15% do montante empregado.

A rentabilidade média das aplicações foi de 14,73%. Com isso, tanto a alta do patrimônio quanto da rentabilidade ficaram acima da meta atuarial para o período, de 12,31% (INPC+6%). Segundo o instituto, as aplicações em imóveis tiveram o melhor rendimento no ano, 19,38%.

"Em 2012 a conjuntura econômica foi desafiadora para os fundos de pensão. As alocações realizadas anteriormente pelo Infraprev e a busca por novas oportunidades de investimentos, principalmente em renda variável, foram determinantes para superar o cenário", informou o Infraprev, em nota oficial.

Mais conteúdo sobre:
Infraprevbalanço2012

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.