ING fechará mesas de câmbio e de crédito em NY e México

Medida resultará na demissão de 40 empregados na América do Norte; mesas passarão a funcionar em Londres e Amsterdã

Gustavo Nicoletta, da Agência Estado,

15 de dezembro de 2011 | 15h50

NOVA YORK - O banco ING vai fechar suas mesas de negócios com câmbio e crédito em Nova York e no México, o que resultará na demissão de aproximadamente 40 pessoas na América do Norte, segundo Elaine Clark, porta-voz do banco.

As mesas de crédito e de câmbio relacionadas a emergentes passará a funcionar em Londres, enquanto a de câmbio do mercado desenvolvido será transferida para Amsterdã.

As mesas do ING para Treasuries, mercado monetário, ações e outras operações continuarão em Nova York e alguns funcionários continuarão trabalhando nas mesas fechadas até que as equipes de Amsterdã e de Londres estejam propriamente ajustadas para a mudança.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
INGcâmbiocréditofechamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.