Inglaterra pode começar a vender fatia no RBS em 2012, diz ‘FT’

Governo inglês pode começar a vender participação de US$ 73 bilhões no Royal Bank of Scotland no ano que vem, diz jornal

Reuters,

31 de janeiro de 2011 | 10h53

A Inglaterra poderá começar a vender sua participação de 46 bilhões de libras (US$ 73 bilhões) no Royal Bank of Scotland no próximo ano, publicou o Financial Times nesta segunda-feira, 31.

Alguns representantes da instituição acreditam que uma primeira parte da venda, de 5 bilhões de libras, poderá ser oferecida.

O UK Financial Investments, órgão que administra os 67 bilhões de libras que a Inglaterra detém em participações de bancos, não deve vender as participações até atingir lucro e não antes que uma comissão independente divulgue em setembro relatório indicando se as instituições devem ser divididas ou enfraquecidas para se motivar a competição.

"Assim que a incerteza sobre a comissão for removida, não vejo qualquer razão para uma venda não acontecer", citou um representante da instituição ao Financial Times.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.