Investidor desiste de plano de recapitalização da Dell

O investidor Carl Icahn desistiu de seu plano para a recapitalização da fabricante de computadores Dell, o que abre caminho para que a empresa seja comprada por seu fundador, Michael Dell, em parceria com o fundo de private equity Silver Lake. Em uma carta enviada para os acionistas da Dell antes da votação na quinta-feira, 05, que vai definir o futuro da companhia, Icahn compara o conselho administrativo da empresa a uma "ditadura".

Agencia Estado

09 de setembro de 2013 | 13h18

Os acionistas da Dell devem votar esta semana sobre a oferta de compra de US$ 24,8 bilhões feita por Michael Dell. Apesar de ainda se opor ao acordo, Icahn disse que seria "quase impossível" vencer a votação e afirmou que vai continuar tentando defender seus direitos como acionista. Segundo ele, o fato de Michael Dell ter elevado a oferta após sua oposição tornou o prejuízo para a companhia "muito mais tolerável".

Referindo-se ao fato do conselho da Dell ter adiado duas vezes a votação sobre a oferta de Michael Dell, Icahn disse que as "melhores ditaduras só precisam adiar a votação uma vez para vencer". Por volta das 12h20 (de Brasília) as ações da Dell subiam 0,04% na Nasdaq. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Dellrecapitalização

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.