Investidor procura ações defensivas e índices dos EUA sobem

Os investidores mostraram posturadefensiva nesta quinta-feira e foram em busca de ações deindústrias e do setor farmacêutico nos Estados Unidos, navéspera da divulgação de um importante dado sobre o emprego nasexta. Os principais índices de ações de Wall Street encerraramo dia em alta. O Dow Jones, referência da bolsa de Nova York, subiu 0,44por cento, a 13.363 pontos. O Standard & Poor''s 500 teve altade 0,43 por cento, para 1.478 pontos. O Nasdaq ganhou 0,32 porcento, a 2.614 pontos. Ações da General Electric e da United Technologiesavançaram, com investidores buscando um lugar seguro emempresas com receita diversificada e operações em diversospaíses. Papéis de companhias farmacêuticas também ficaram entre osmais procurados no pregão, à medida que companhias debiotecnologia se beneficiaram de uma previsão otimista delucros divulgada pela Biogen Idec . As ações do laboratório Merck foram outro destaque de alta,com valorização de mais de 2 por cento, após a empresa terobtido decisão favorável na Justiça em um caso envolvendo omedicamento Vioxx. Mesmo assim, o volume de negócios em Wall Street foi fraco,com os investidores aguardando números do mercado de trabalhonorte-americano que serão divulgados na sexta-feira. Os dadosdevem dar um sinal de como foi o desempenho da economia dos EUAem agosto, em meio aos problemas nos mercados imobiliário e decrédito. "Talvez isso (o dado de empregos) esteja segurando um poucoo mercado, porque ninguém quer ficar muito eufórico antes deamanhã", disse Sam Rahman, gerente de carteiras do Baring AssetManagement, em Boston. Dados mais fortes do que o esperado do setor de serviços ede vendas mensais no varejo indicaram força na economia real,embora as expectativas de que o Federal Reserve vá cortar ataxa básica de juro tenham diminuído. O Instituto de Gestão de Fornecimento (ISM, na sigla eminglês) revelou pela manhã que o ritmo de crescimento do setorde serviços dos EUA em agosto ficou no mesmo patamar de julho.O índice de atividade do setor ficou em 55,8 em agosto, mesmaleitura de julho. Dado acima de 50 indica expansão do setor. Redes de varejo, incluindo o Wal-Mart, registraram vendasacima do que analistas esperavam, sugerindo que os problemas nomercado imobiliário de risco dos EUA não prejudicaram os gastosdo consumidor norte-americano. No setor tecnológico, as ações da Apple recuaram pelosegundo dia consecutivo, com queda de 1,28 por cento, para135,01 dólares. A Apple informou que vai dar crédito de 100 dólares àspessoas que compraram seu celular iPhone. O aparelho teve seupreço reduzido na quarta-feira, irritando consumidores que jáhaviam adquirido o celular por preço maior.

CAROLINE VALETKEVITCH, REUTERS

06 de setembro de 2007 | 18h39

Tudo o que sabemos sobre:
WALLSTFECHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.