Investimento estrangeiro direto bate recorde para o mês de julho

O IED somou US$ 8,421 bilhões em julho; no ano, os investimentos são de US$ 38,141 bilhões

Eduardo Cucolo e Fernando Nakagawa, da Agência Estado,

23 de agosto de 2012 | 11h07

BRASÍLIA - Os Investimentos Estrangeiros Diretos (IED) somaram US$ 8,421 bilhões em julho, informou o Banco Central. O valor ficou dentro do intervalo das estimativas dos analistas consultados pelo AE Projeções, que iam de US$ 6,6 bilhões a US$ 8,5 bilhões e acima de mediana projetada, de US$ 7 bilhões. O IED registrado no mês passado foi recorde para meses de julho e também o 3º maior da série histórica, segundo dados disponibilizados pela instituição a partir de 1995.

Destacaram-se no mês passado investimentos em participação no capital de US$ 3,198 bilhões na área de serviços financeiros e atividades auxiliares e de US$ 1,154 bilhão em empresas de produtos alimentícios.

Em relação à origem dos recursos, US$ 3,428 bilhões vieram da Suíça e US$ 1,465 bilhão dos Países Baixos. O resultado do mês passado está abaixo apenas dos US$ 15,374 bilhões de dezembro de 2010 e dos US$ 10,318 bilhões de junho de 2007, de acordo com a série histórica disponível na internet com início em janeiro de 1995.

No acumulado do ano, os investimentos são de US$ 38,141 bilhões, pouco abaixo do registrado no mesmo período do ano passado (US$ 38,484 bilhões). Na comparação com o Produto Interno Bruto (PIB), o IED acumulado no ano subiu de 2,69% em 2011 para 2,83% em 2012. O IED acumulado em 12 meses chegou a US$ 66,317 bilhões (2,77% do PIB). 

Ações

O investimento estrangeiro em ações de empresas brasileiras somou US$ 3,0 milhões em julho No mesmo mês do ano passado, esse valor chegava a US$ 1,755 bilhão.

O resultado do mês passado reflete compras líquidas de US$ 79,0 milhões em papéis negociados no País. Em relação às ações de empresas brasileiras negociadas no exterior, o resultado ficou negativo em US$ 76,0 milhões.

No acumulado do ano, o investimento estrangeiro em ações soma US$ 2,899 bilhões, ante US$ 5,620 bilhões nos sete primeiros meses de 2011. O saldo de investimentos em ações negociadas no País entre janeiro e julho de 2012 está positivo em US$ 3,017 bilhões. Já o investimento em ações brasileiras negociadas no exterior está negativo em US$ 118 milhões no acumulado deste ano. 

Renda Fixa

O investimento estrangeiro em títulos de renda fixa brasileiros somou US$ 1,667 bilhão em julho e chega a US$ 6,278 bilhões no acumulado do ano. O resultado de 2012 é quase metade dos US$ 11,166 bilhões verificados nos sete primeiros meses de 2011.

Em relação ao investimento em títulos no acumulado de 2012, as aplicações somam US$ 2,776 bilhões em papéis negociados no País e US$ 3,502 bilhões em títulos negociados no exterior.

As três contas (IED, ações e renda fixa) fazem parte da balança de capitais.

Tudo o que sabemos sobre:
IEDinvestimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.