Investimento estrangeiro no Brasil é o menor em 15 anos

Dados do BC mostram que ingresso em janeiro somou US$ 789 milhões 

Fernando Nakagawa e Fabio Graner, da Agência Estado,

23 de fevereiro de 2010 | 16h03

O Investimento Estrangeiro Direto (IED) direcionado para o Brasil apresentou no mês passado o pior janeiro em quase 15 anos, com o menor volume desde 1996. Dados divulgados nesta terça-feira, 23, pelo Banco Central (BC) mostram que o IED do mês passado somou US$ 789 milhões. O valor é comparável ao registrado em janeiro de 1996, quando o ingresso de investimento produtivo somou US$ 683,2 milhões.

Na comparação com o resultado de janeiro de 2009, de US$ 1,930 bilhão, o valor obtido no mês passado foi 59,1% menor. Se comparado a dezembro de 2009, o saldo de janeiro de 2010 foi 84,6% inferior, já que naquele mês o IED atingiu US$ 5,109 bilhões.

O chefe-adjunto do Departamento Econômico do BC, Túlio Maciel, explicou que parte do fraco volume observado em janeiro de 2010 pode ter refletido a decisão de algumas empresas de antecipar a remessa de investimento produtivo ao Brasil nos últimos dias de dezembro de 2009, o que esvaziou o volume de transferências no primeiro mês de 2010.

Tudo o que sabemos sobre:
investimento, estrangeiro, IED, BC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.