Investimento estrangeiro no País soma US$ 3,409 bi em abril

No ano, fluxo de investimentos diretos soma US$ 8,751 bilhões, valor 31% menor que no mesmo período de 2008

Fernando Nakagawa e Fabio Graner, da Agência Estado,

26 de maio de 2009 | 10h54

Os Investimentos Estrangeiros Diretos (IED) no Brasil somaram US$ 3,409 bilhões em abril, segundo dados divulgados nesta terça-feira, 26, pelo Banco Central. O valor é ligeiramente inferior ao registrado em igual mês do ano passado, quando a entrada somou US$ 3,872 bilhões. O resultado de abril superou as expectativas dos 10 analistas consultados pela Agência Estado, que previam IED entre US$ 2 bilhões a US$ 2,5 bilhões, com mediana de US$ 2,3 bilhões.

 

No período, os investimentos estrangeiros em ações somaram em abril US$ 639 milhões. O volume foi bem inferior aos US$ 5,905 bilhões registrados em abril de 2008. Os investimentos em ações negociadas no País somaram US$ 630 milhões, e as negociadas no exterior, US$ 9 milhões.

 

Já os investimentos em títulos de renda fixa em abril tiveram saldo negativo de US$ 392 milhões, ante saldo negativo de US$ 1,497 bilhão em abril do ano passado. Em abril, os investimentos de papéis negociados no País foram positivos em US$ 66 milhões, enquanto os títulos negociados no exterior tiveram saldo negativo de US$ 457 milhões.

 

No acumulado do ano, de janeiro a abril, o ingresso de IED soma US$ 8,751 bilhões, equivalente a 2,59% do Produto Interno Bruto (PIB). O valor, no entanto, é 31% inferior ao observado nos primeiros quatro meses de 2008, quando a entrada de recursos totalizou US$ 12,671 bilhões (2,50% do PIB). No acumulado em 12 meses até abril, o IED soma US$ 41,138 bilhões o correspondente a 2,93% do PIB.

 

Brasil

 

Já o Investimento Brasileiro Direto somou US$ 2,793 bilhões em abril. Os dados divulgados pelo Banco Central mostram que o investimento feito por empresas brasileiras no exterior foi maior que o registrado em igual período de 2008, quando a saída de dólares para o chamado IBD somou US$ 1,644 bilhão. No acumulado do primeiro quadrimestre de 2009, empresas brasileiras investiram US$ 2,401 bilhões no exterior.

 

No levantamento preliminar de maio, foi registrado o retorno de US$ 545 milhões dos investimentos diretos das empresas do País com atividades no exterior. Para o mês, o chefe do Departamento Econômico do BC, Altamir Lopes, acredita que o fluxo de investimento brasileiro no exterior deve registrar o retorno de US$ 700 milhões.

 

Texto atualizado às 14h01

Tudo o que sabemos sobre:
contas externasinvestimentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.