Investimentos devem voltar a crescer, diz Augustin

Desde janeiro, o ritmo de crescimento dos investimentos no acumulado do ano vem se reduzindo e chegou a 5% no primeiro quadrimestre em relação ao mesmo período de 2010

Eduardo Rodrigues e Renata Veríssimo, da Agência Estado,

26 de maio de 2011 | 12h12

O secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, afirmou há pouco que o ritmo de crescimento dos investimentos voltará a se intensificar e será maior que a expansão nominal do PIB em 2011. "Estamos tranquilos. os investimentos no ano vão crescer", afirmou.

Desde janeiro, o ritmo de crescimento dos investimentos no acumulado do ano vem se reduzindo e chegou a 5% no primeiro quadrimestre em relação ao mesmo período de 2010. Apenas os investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) estão com o ritmo mais forte. 

Augustin argumentou que a base de comparação dos investimentos, em relação ao ano passado, está mais alta porque o governo teve de antecipar, no início de 2010, os repasses para obras em Estados e municípios em função do calendário eleitoral. Ele disse que os investimentos do governo em 2011 podem superar a estimava de alta dos investimentos no País (público e privado), que é de 10% em relação ao ano passado.

O secretário também considerou "normal" que os pagamentos realizados nos primeiros quatro meses do ano sejam, na sua maior parte, restos a pagar (obras empenhadas nos anos anteriores e pagas somente este ano). "Todo ano é assim", disse. Dos R$ 13,381 bilhões em pagamentos referentes a investimentos realizados pelo governo central até abril deste ano, apenas R$ 685,808 milhões se referem a despesas do Orçamento deste ano. Os R$ 12,695 bilhões restantes são de restos a pagar de anos anteriores. 

Tudo o que sabemos sobre:
AugustinTesouro Nacionalinvestimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.