IPCA em cenário de referência sobe de 5,2% para 5,7%

Relatório de Inflação do BC aponta que a presidente Dilma Rousseff entregará uma inflação acima do centro da meta ao final de todos os anos de seu governo

Célia Froufe e Eduardo Cucolo, da Agência Estado,

20 de dezembro de 2012 | 09h36

BRASÍLIA - O Banco Central aumentou sua projeção de inflação para 2012, mas diminuiu a estimativa para 2013 no cenário de referência. De toda a forma, essas projeções do cenário de referência revelam que a presidente Dilma Rousseff entregará uma inflação acima do centro da meta ao final de todos os anos de seu governo.

A movimentação foi divulgada há pouco, por meio do Relatório Trimestral de Inflação e indica inflação de 5,7% este ano, um aumento de 0,5 ponto porcentual em relação ao documento de setembro. O porcentual está acima do centro da meta de 4,5% para 2012. "Entretanto, a projeção apresenta tendência declinante ao longo de 2013", considerou o relatório.

A projeção é a de que o IPCA parta de 5,7% no primeiro trimestre do ano que vem, se desloque de 5,1%, do relatório anterior para 5,5% no segundo trimestre. Para o terceiro, a alta foi de 4,6% para 4,9% e para, para o quarto, de 4,8%.

Para 2014, a projeção se situa em 5,1% no primeiro e segundo trimestres ante expectativas do relatório anterior de 5,2% e 5,1%, respectivamente. Para o terceiro trimestre de 2014 passou de 5,1% para 5,0% e agora o BC projeta 4,9% para o quarto trimestre.

O cenário de referência considera as informações disponíveis até o dia 7 de dezembro, que passam ficam inalteradas para todo o período estimado. No caso deste relatório, foi considerado câmbio constante de R$ 2,05 e Selic em 7,25% ao ano. No documento anterior, o câmbio estava nesse mesmo patamar, mas a Selic estava em 7,50% ao ano.

O Banco Central informou que a probabilidade estimada de a inflação ultrapassar o limite superior da meta de inflação em 2013 caiu de 13% para 12% no cenário de referência.

Para 2014, a chance de estouro está em torno de 19%. No cenário do mercado, a probabilidade de o IPCA ficar acima de 6,5% em 2013 passou de segue em 14%. Para 2014, a estimativa está em 24%.

Cenário de mercado

O Banco Central elevou a previsão de inflação para o IPCA em 2012 no cenário de mercado de 5,2% para 5,7%. Para 2013, subiu de 4,8% para 4,9%. Para 2014, a projeção, divulgada hoje pela primeira vez, é de 4,8%.

Pelas projeções do BC nesse cenário, assim como acontece no cenário de referência, o governo atual da presidente Dilma Rousseff vai terminar sem que a inflação tenha convergido para o centro da meta, de 4,5%.

A projeção para o IPCA em 12 meses até o 1º trimestre de 2013 subiu de 5,1% para 5,7% no cenário de mercado. Até o 2º trimestre de 2013, passou de 5,0% para 5,6%. Até o 3º trimestre de 2013, elevou-se de 4,5% para 4,9%.

A projeção para o IPCA em 12 meses até o 1º trimestre de 2014 subiu de 5,1% para 5,2%. Até o 2º trimestre do mesmo ano, segue em 5,1%. Para o 3º trimestre, segue em 5,0%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.