IPO da Ouro Fino sai no topo da faixa, movimenta R$418 mi

A Ouro Fino Saúde Animal garantiu nesta sexta-feira a primeira estreia de uma empresa brasileira na Bovespa em 2014, ao precificar sua oferta de ações no topo da faixa estimada, resultado surpreendente diante de mercado bastante volátil.

REUTERS

17 de outubro de 2014 | 19h32

A empresa vendeu 15,46 milhões de ações a 27 reais cada, operação que movimentou cerca de 418 milhões de reais, liderada por JP Morgan, Itaú BBA, Bradesco BBI e BB Investimentos.

Deste montante, 106,44 milhões de reais (3,94 milhões de papéis) correspondem à venda de ações novas, a oferta primária, cujos recursos serão canalizados para o caixa da companhia e serão usados para reduzir dívidas e expandir negócios.

A Ouro Fino afirmou no prospecto preliminar da oferta que pretende se expandir para mercados como Colômbia e México.

Outros 311,54 milhões de reais (11,54 milhões de papéis) são da venda de ações dos sócios fundadores Norival Bonamichi e Jardel Massari, também conselheiros de administração.

A companhia estreia no pregão da Bovespa na próxima terça-feira (21), negociada sob a sigla OFSA3.

Com sede em Cravinhos (SP), a Ouro Fino se apresenta como a maior empresa nacional do mercado de saúde animal da América Latina, especializada em vacinas para bovinos, equinos, aves e suínos, e produtos veterinários para animais de estimação.

A companhia tem como sócia desde 2007 a BNDESPar, braço de participações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

(Por Aluísio Alves e Guillermo Parra-Bernal; Edição de Luciana Bruno)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASOUROFINOIPO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.