Irlanda deve cumprir meta de redução de déficit com folga, diz instituto

Segundo o pesquisador John FitzGerald, mesmo se o crescimento econômico do país for menor do que o previsto, a dívida irlandesa deve continuar sustentável

Gustavo Nicoletta, da Agência Estado,

26 de outubro de 2011 | 14h06

O déficit orçamentário da Irlanda em 2011 deve ser bem menor do que 10,6% do Produto Interno Bruto (PIB), a meta imposta pela União Europeia, pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) e pelo Banco Central Europeu (BCE), segundo o professor e pesquisador John FitzGerald, do Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais.

Numa audiência com um comitê parlamentar da Irlanda, ele disse também que o governo irlandês não deve fazer um corte superior aos € 3,6 bilhões já previstos no orçamento de 2012 enquanto as autoridades europeias não chegarem a um consenso sobre como resolver a questão das dívidas soberanas da zona do euro.

FitzGerald acrescentou que a dívida da Irlanda continuará sustentável mesmo se o crescimento econômico do país for inferior ao previsto pelo instituto, de 1,8% neste ano e de 2,3% no ano que vem. Essas estimativas são muito maiores do que as do FMI, que projeta uma expansão de 1% para o PIB da Irlanda tanto em 2011 quanto em 2012.

O Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais da Irlanda é uma instituição de pesquisas sem fins lucrativos e independente.

As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
irlandametareduçãodeficit

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.