Isolux Infrastructure desiste de realizar IPO

A Isolux Infrastrucuture, subsidiária do grupo espanhol Isolux Corsan, desistiu de realizar uma oferta pública inicial de ações (IPO). A desistência, com data de ontem, consta do site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A oferta estava interrompida até a última terça-feira, "para atualização de dados".

EULINA OLIVEIRA E ALINE BRONZATI, Agencia Estado

15 de março de 2012 | 10h36

A empresa havia informado anteriormente que a operação seria retomada diante de uma "melhora do mercado".

O objetivo da Isolux era captar R$ 1,5 bilhão no Novo Mercado da BM&FBovespa. Os recursos captados seriam utilizados no financiamento de parte dos investimentos da empresa. Até 2014, a organização planeja investir cerca de R$ 10 bilhões. Em dezembro do ano passado, a Isolux obteve o selo inicial de companhia aberta concedido pela CVM.

A unidade brasileira da Isolux concentra a gestão e exploração das concessões do Grupo Isolux Corsan, entre os quais estão incluídos concessões de infraestrutura viárias e de energia.

Tudo o que sabemos sobre:
isoluxipodesistência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.