Italiana Ferrero desiste de oferta por britânica Cadbury

A companhia alimentícia italiana Ferrero desistiu formalmente hoje de lançar uma oferta à Cadbury, abrindo caminho para que a norte-americana Kraft Foods prossiga no processo de compra da britânica, avaliado em 11,9 bilhões de libras (US$ 19 bilhões). A Ferrero, que tem capital fechado, disse em comunicado à Bolsa de Londres que não pretende fazer uma oferta à Cadbury. No dia 18 de novembro, a empresa italiana havia anunciado que estava estudando opções relacionadas à proposta rival da Kraft, mas poucas pessoas esperavam que uma oferta iria se concretizar.

MARCÍLIO SOUZA,

25 Janeiro 2010 | 13h55

Na semana passada, o conselho da Cadbury recomendou aos acionistas que aceitem a oferta em ações e dinheiro de 840 pence por ação (valor em que estava no momento da recomendação) e um dividendo especial de 10 pence, efetivamente encerrando uma disputa de quatro meses. Com todos os demais interessados fora da corrida, tudo indica que a Kraft terá a aceitação de 50% dos acionistas até o prazo final de 2 de fevereiro.

A Cadbury, fundada em 1824 em Birmingham, no Reino Unido, está no Brasil há 64 anos. Entre seus produtos estão confeitos e balas de marcas como Trident, Halls, Chiclets e Bubbaloo.

Em comunicado divulgado hoje, a Kraft deu mais detalhes de sua oferta. Segundo a companhia norte-americana, o acionista da Cadbury que não quiser ficar com uma ação da Kraft ficará em situação melhor se aceitar a oferta em ações e dinheiro e, depois, vender as ações da Kraft no mercado, do que se aceitar apenas a oferta em dinheiro.

A proposta da Kraft permite que os acionistas recebam apenas dinheiro, mas neste caso a quantia a ser ganha por ação seria de apenas 799 pence - em vez dos 827 pence da oferta em dinheiro e ações, que é seu valor atual. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.