Itaminas pode atingir produção de 25 mi toneladas de minério de ferro por ano

Compra do grupo está próxima de ser concluída pelo consórcio chinês ECE

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

25 de março de 2010 | 12h41

A produção da Itaminas Comércio de Minérios S/A, do grupo Itaminas, cuja compra está próxima de ser concluída pelo consórcio chinês ECE - Birô de Exploração e Desenvolvimento Mineral do Leste da China -, poderá ser elevada substancialmente e de forma relativamente rápida. "A mina não precisa fazer muito para conseguir elevar a produção para 25 milhões de toneladas por ano", disse o porta-voz da Itaminas.

 

A empresa é detentora de uma mina em Sarzedo (MG), cidade localizada a 40 quilômetros de Belo Horizonte (MG), com reservas estimadas em 1,3 bilhão de toneladas de minério de ferro. A Itaminas Comércio produz atualmente apenas 3 milhões de toneladas por ano.

 

O Grupo Itaminas está concluindo o processo de venda da Itaminas Comércio ao ECE por cerca de US$ 1,2 bilhão. O porta-voz da companhia disse que o preço exato a ser pago pelo consórcio chinês ainda é confidencial.

 

Diferentemente do que foi informado pela imprensa, o porta-voz da Itaminas disse que as operações de mineração da companhia em Sarzedo tinham "boa infraestrutura."

 

O porta-voz rebateu ainda informações divulgadas anteriormente de que a mina não tinha acesso ferroviário. "A mina está ligada aos portos do Rio de Janeiro e Espírito Santo, mas a maior parte (da produção) é transportada geralmente para o último Estado pela ferrovia operada pela Vale", disse.

 

O porta-voz estava se referindo a ferrovia de alto volume operada pela gigante mineradora que vai de Belo Horizonte ao porto de Tubarão, no Espírito Santo. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ItaminasChinamina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.