Japão melhora avaliação sobre economia pela 1ª vez em 7 meses

Para governo, crescimento rápido da China e a recuperação dos EUA ajudam a dar suporte à demanda pelas exportações japonesas

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

21 de janeiro de 2011 | 09h05

O governo japonês elevou sua avaliação sobre a economia pela primeira vez em sete meses em janeiro, afirmando que ela mostrou sinais de melhora, à medida que o crescimento rápido da China e a recuperação dos EUA ajudam a dar suporte à demanda pelas exportações japonesas.

"Embora a economia pareça estar estacionando, alguns movimentos em direção a uma recuperação podem ser vistos", disse o Escritório do Gabinete japonês em seu relatório econômico mensal para janeiro, divulgado nesta sexta-feira, 21.

"As exportações estão recuando modestamente e a produção industrial mostra sinais de que começou a parar de desacelerar", destacou o relatório, marcando a primeira elevação da visão de produção do governo do Japão desde junho de 2009.

O Gabinete também revisou sua perspectiva para os preços, afirmando que os preços dos bens corporativos estão "aumentando suavemente" e que, embora os preços ao consumidor continuem em queda, a taxa de declínio é "moderada".

O crescimento dos lucros corporativos e o clima positivo dos investimentos das empresas também foram citados pelo governo como um sinal positivo para a economia japonesa.

A melhora da avaliação ocorreu depois que a China, um mercado essencial para os bens japoneses, afirmar que sua economia cresceu em 9,8% no quarto trimestre de 2010, acima do esperado. O Escritório do Gabinete do Japão afirmou que os subsídios concedidos pelo governo chinês para compra de eletrodomésticos e automóveis ajudaram a dar suporte à produção japonesa, mas alertou para uma possível correção quando essas medidas forem retiradas. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.