Divulgação
Divulgação

JBS anuncia abertura de capital da JBS Foods International nos EUA

Operação, que deve ser concluída até junho de 2017, é uma alternativa à reestruturação societária vetada pelo BNDES

Impresso

06 Dezembro 2016 | 00h23

O grupo JBS anunciou nesta segunda-feira, 5, que vai dar início ao lançamento de ações da empresa JBS Foods International nos Estados Unidos. Segundo comunicado divulgado pela empresa, o conselho de administração aprovou por unanimidade que seja feito o protocolo na SEC (órgão equivalente à CVM nos EUA) para a oferta pública inicial de ações na Bolsa de Nova York. A ideia é concluir a oferta ao longo do primeiro semestre de 2017. 

O anúncio, antecipado pela a Coluna do Broad na semana passada, é uma readaptação aos planos de internacionalização da companhia que foram vetados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), um dos principais sócios do grupo, em outubro. 

No planejamento original, a JBS Foods International seria uma companhia estrangeira com sede no Reino Unido. Agora, a empresa que terá seus papéis lançados em Nova York, ficará debaixo da estrutura societária do JBS no Brasil. 

Operacionalmente, no entanto, a JBS Foods International terá vida própria fora do País com sede na Holanda e será detentora de todos os negócios internacionais da JBS e da Seara, segundo informações da empresa. 

Estrutura. O presidente do conselho da JBSFI será o atual presidente da JBS no Brasil, Wesley Mendonça Batista. O presidente da empresa será Gilberto Tomazoni, que estava à frente das marcas internacionais do grupo JBS.

Os irmãos Wesley e Joesley Batista, que controlam o JBS, foram envolvidos recentemente em investigações da Polícia Federal no âmbito de operações ligadas à Lava Jato. 

Os dois executivos chegaram a perder seus cargos por uma semana por decisão da Justiça de Brasília, em denúncia sobre desvios em fundos de pensão, mas fecharam um acordo com Ministério Público Federal para retomar seus postos. O acordo poderá ser revisto em março.

Mais conteúdo sobre:
Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.