JBS Foods pode gerar cerca de R$ 3 bilhões com IPO

A JBS pretende gerar cerca de R$ 3 bilhões com a abertura de capital da JBS Foods, a sua divisão de aves, suínos e industrializados no Brasil, que seriam usados para pagar dívidas e fazer investimentos, de acordo com três pessoas familiarizadas com a transação.

Agencia Estado

10 de abril de 2014 | 21h49

A JBS, maior frigorífico do mundo em termos de receita, contratou cinco bancos de investimento - Bradesco BBI, Itaú BBA, Banco Santander, BTG Pactual e JPMorgan - para gerir a transação, de acordo com duas dessas fontes. Mais instituições podem ser adicionadas ao grupo, eles informaram.

Um porta-voz da JBS não quis comentar. A notícia foi publicada primeiramente pelo site da revista Exame.

A oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) depende das condições de mercado, disse uma das pessoas. Outra fonte afirmou que a abertura de capital pode ocorrer ainda neste ano.

A JBS Foods foi criada no final do ano passado para supervisionar determinados ativos da companhia no Brasil, como a Seara Brasil. A unidade é um player importante no mercado de aves no Brasil, onde compete com BRF.

As receitas anuais da JBS Foods são estimadas em cerca de US$ 12 bilhões em 2013, de acordo com uma das pessoas, mais de um décimo da receita líquida da JBS de US$ 93 bilhões.

A JBS informou que a empresa vai divulgar os resultados da JBS Foods separadamente no primeiro trimestre deste ano. De acordo com uma das pessoas familiarizadas com a transação, isso vai ajudar a dar aos investidores uma melhor ideia do tamanho e escopo da empresa. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
JB FoodsIPO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.